terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Corrói meu amigo, corrói

O amor é tão doloroso que corrói meu amigo, ele te despedaça e te faz em picadinhos num instante, se você não conseguir ser forte para se livrar dele meu bem, me desculpe mas tu vai morrer. Que nem eu, que morri por esse maldito amor e não há nada que te faça ressuscitar outra vez. 

 Marcela Polis

Até que ponto?

  ” Eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você.”

Palavras descartáveis ..

A verdade é que palavras bonitas se tornam descartáveis perto das atitudes estúpidas. Blair

é isso ai

Faça o que você quer e o que te dá prazer. E os que te censuram, você manda se fuder.
Marcelo D2.

Lembra de mim?
Houve um tempo em que eu era tudo pra você.

Porque me trancas o rosto e o sorriso e assim me arrancas do paraiso?

Carlos D. A

Hahahaaa

Alan: O consultório abre as oito.
Charlie: Horas?
Alan: Não. Graus.
– Two and a Half Men.

Eu quero mais você

Eu quero nós, mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Caio Fernando Abreu

Ignora-los sempre.

A melhor parte de estar de bem com você mesma e com sua vida é que você passa a ignorar todos os filhos da puta que tentam tirar tua paz. (BoaNoiteCinderela)

Ah vida é essa e agora..

Em duas palavras eu posso resumir tudo que aprendi sobre a vida: ela continua.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Eu queeeeeeeeeerooo ....

Parece um anjo, fala como um anjo, mas é o diabo disfarçado.
Gossip Girl

Me traz você, por favor. E leva embora todas essas coisas chatas que só servem para ocupar minhas horas enquanto você não chega.


 Já não te quero mal, eu só deixei foi de querer você.
Strike

Boy: Vandinha, você pensa em se casar e ter filhos?
Vandinha: Não.
Boy: Mas… E se houvesse um menino que te ama acima de tudo, te venerasse ao extremo e que estivesse disposto a ser seu escravo para sempre, o que você faria?
Vandinha: Teria pena dele.

"Ele prefere ser descolado do que humano."

                         Caiio do céu ... hahahahhahahahaa

- Vejo gente que me ama.
- Com que frequência?
- Sempre que precisam de algum favor, sabe como é né?

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

"Respiro mentiras. Visto desculpas. Ajo disfarces. Porque a gente estava sim se amando mas você correu pra levantar antes a bandeira do “se fudeu trouxa, o amor não existe”."

"É claro que todo mundo gosta de livros, filmes e músicas românticas. Eles precisam viver a história de alguém pra tentar esquecer o quanto a história deles é idiota."
 

"[...] é melhor mesmo continuar
escrevendo essas frases curtas,
que assim amontoadas,
dão um ar de coisa, coisa pensada.
Mas nem é. Nem é importante."

Fernanda Young

Que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia numa rodoviária, num aeroporto, que te acredito, que consegues mexer dentro-dentro de mim? É tão pouco. Não te preocupa. O que acontece é sempre natural — se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra. Penso em você principalmente como a minha possibilidade de paz — a única que pintou até agora, “nesta minha vida de retinas fatigadas”. E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito.

Penso sempre em você. Mais de tardezinha que de manhã, mais naqueles dias que parecem poeira assentada aos poucos e com mais força enquanto a noite avança. Não são pensamentos escuros, embora noturnos. Tão transparentes que até parecem de vidro, vidro tão fino que, quando penso mais forte, parece que vai ficar assim clack! e quebrar em cacos, o pensamento que penso de você. Se não dormisse cedo nem estivesse quase sempre cansado, acho que esses pensamentos quase doeriam e fariam clack! de madrugada e eu me veria catando cacos de vidro entre os lençóis. Brilham, na palma da minha mão. Num deles, tem uma borboleta de asa rasgada. Noutro, um barco confundido com a linha do horizonte, onde também tem uma ilha. Não, não: acho que a ilha mora num caquinho só dela. Noutro, um punhal de jade. Coisas assim, algumas ferem, mesmo essas que são bonitas. Parecem filme, livro, quadro. Não doem porque não ameaçam. Nada que eu penso de você ameaça. Durmo cedo, nunca quebra.

Já li tudo, cara, já tentei macrobiótica psicanálise drogas acupuntura suicídio ioga dança natação cooper astrologia patins marxismo candomblé boate gay ecologia, sobrou só esse nó no peito, agora faço o quê?

sábado, 15 de janeiro de 2011

Sempre os mesmos cretinos ..

— Mas o que vem a ser isso?
Fui buscar mais duas cervejas (pra mim) e voltei.
— Você sabe muito bem o que é, seu babaca! Tu não nasceu ontem.

Era frio. Não sei dizer se fazia mais frio do lado de fora da minha blusa ou dentro do meu coração. Provavelmente competiam.

As coisas agora vão começar a acontecer, é meio tipo ímã, uma coisinha vai magnetizando outra e outra e outra. Você vai ver.

Se chegue tristeza, se sente comigo aqui nesta mesa de bar. Beba do meu copo, me dê o seu ombro que é para eu chorar. Chorar de tristeza, tristeza de amar.

                                    EXISTE ALGUÉM MAIS PERFEITO?

Oque fazer??

O que é que você vai pensar? Se ele trouxer outra pro seu lugar. Como é que você vai ficar? Se ele for embora e nunca mais voltar.

Quero que meu apego se desapegue de mim.

Apego a sentimentos e ressentimentos. Apego a palavras ditas sem pensar. Apego a momentos de alegria que não quero que perca o gosto. Apego a saudade que gruda e esquece de me largar. Apego a rotina que assusta quando se cansa e muda a rota, me apresentando o inesperado. Apego a presentes e fotografias. Apego a vidros vazios de histórias mofadas. Apego da minha pele nas mãos dele. Apego a olhos famintos que me seguem pela casa. Apego a dedicatórias amareladas em livros antigos. Apego a músicas que embalaram momentos doces. Apego ao que me trouxe paz e ao que me fez chorar.
Quero que meu apego se desapegue de mim.



Renata Fagundes


p.s.: E preciso urgente!!

Não quero me tornar uma pessoa pesada, frustrada, amarga. Não vou me tornar assim. Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras — e por tudo isso, ando cada vez mais só.

Aos trancos vou levando

Resistimos, aos trancos, já nem sei se foi escolha ou solavanco. Difícil arrancar uma certa lucidez disso tudo. Mas sinto que o coração se depura (é tão antigo falar em coração…) um pouco mais, em cada porrada.

Me deseja uma coisa bem bonita, uma coisa qualquer maravilhosa, que me faça acreditar em tudo de novo. Que leve para longe da minha boca esse gosto podre de fracasso, de derrota sem nobreza. Espero que o inesperado dê o sinal.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Só preciso de alguns abraços queridos, a companhia suave, bate-papos que me façam sorrir, algum nível de embriaguez e a sincronicidade. Preciso sim, preciso tanto. Alguém que aceite tanto meus sonhos demorados quanto minhas insônias insuportáveis.

Tenho uma coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco, uma sede, um peso. Não me venha com essas história de atraiçoamos-todos-os-nossos-ideais, nunca tive porra de ideal nenhum, só queria era salvar a minha, veja só que coisa mais individualista elitista, capitalista, só queria ser feliz, cara.

Vivo no passado

Vivo no passado. Vivo de sorrisos e abraços. Vivo de cigarros queimados e garrafas vazias. Vivo de fotografias escuras e memórias embaçadas. Vivo mesmo relembrando e morro de saudades.
R. A. Junior

Você sente saudade demais de uma pessoa, então começa a vê-la nas outras, em todos os lugares, de costas, por um jeito de andar, de sorrir. Tudo isso dói. Mas eu sei que passa, que se está sendo assim é porque deve ser assim, e virá outro ciclo, depois.

Tão só

Fiquei tão só, aos poucos. Fui afastando essas gentes assim menores, e não ficaram muitas outras. Às vezes, nos fins de semana principalmente, tiro o fone do gancho e escuto, para ver se não foi cortado. Não foi.

Você não viu nada meu bem

Você não viu nada, você nem viu o amor. Que idade você tem, vinte? Tem cara de doze.


Não sei se aguento muito tempo mais. Tento conviver - convivo - mas é, quase sempre, uma violação incrível.

Sangra todo dia

A impressão que tenho é que nunca vai passar. Que a cicatriz não fecha. Que só de esbarrar, sangra.

O dia não conseguiu chover: eu queria agora chorar todo o choro que o dia não chorou por ti. Não consigo.

                        Perdi aquela necessidade juvenil de me apaixonar toda semana.

Finjo o tempo todo, rio, sou alegre, dispersivo, com aquele brilho superficial e ridículo. E em cada fim de noite me sinto um lixo.

Te cuida bem

“E te cuida, por favor, te cuida bem. Não é porque estás longe que não te quero bem.”
Caio Fernando Abreu.

hahaha

Meu cabelo não é o mais perfeito. Meu corpo não é o mais lindo. Meu sorriso não é certinho. Mas eu sou legal, sei fazer miojo e brigadeiro.

Recomeçar

É incrível ver a força que o brasileiro tem né? Em meio a tanta dor, tantas perdas ainda se ouvem as pessoas dizerem “Agora, só nos resta recomeçar“. Tem gente buscando força, coragem pra enfrentar tudo isso e superar. Tem gente que não perde a esperança, que acredita e confia em Deus.
Talvez seja isso mesmo, que motiva querer continuar: Fé e esperança de dia melhores. 

FÉ E ESPERANÇA SEMPRE A TODOS. 

Não se esqueça

"Mas não se esqueça: Assim como não se deve misturar bebidas, misturar pessoas também pode dar ressaca."

Martha Medeiros

Dentro de você

Como diria o velho Caio Fernando Abreu:

Olha, sabe duma coisa que eu aprendi? O segredo do belo está aqui, oh. Na sua cuca, no seu olho que realmente vê, dentro de você.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Não vou desistir

Visito os fatos e não te encontro.
Mas não desisto, ainda é tempo de viver e contar .
Certas histórias não se perderam.

E que eu desapareça ..

Que os séculos se apodreçam e não reste mais do que uma essência.
Ou nem isso .. E que eu desapareça.

Carlos Drummond

Assim como viver ..
Sem ter amor não é viver.
Não há você sem mim ..
Não existo longe de você.

Vinicius de Moraes

''Essa ferida meu bem
as vezes não sara nunca
as vezes sara amanhã. ''

Carlos Drummond

Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo, prefiro acreditar no mundo do meu jeito.

Renato Russo

                                Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é.

Caetano Veloso

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

A LUZ NO FIM DO TUNEL PODE SER VOCÊ.

- aerosmith

Estudos? Planos para o futuro? Emprego?

domingo, 9 de janeiro de 2011

Oi pessoal, me desculpem por não estar postando mais recentemente.
Estou viajando e vou ficar ausente por alguns dias, já sinto falta de todos aqui.
Espero estar logo aqui postando para vocês novamente.
Marcela Polis
© adorável psicose
Maira Gall