domingo, 3 de junho de 2012

É estranhamente divertido. Ironicamente me sinto uma criança arteira, no meio de uma brincadeira. Me dá uma vontade insana de rir, será que fica bem? Exceto algumas canções, poucos filmes e um par de livros, sexo é a única coisa que eu experimentei que consegue me devolver à infância e, ao mesmo tempo, parece ser a coisa mais adulta que já fiz.
— Gabito Nunes

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall