segunda-feira, 11 de junho de 2012

"Eu não quero essa coisa de futuro. Faculdade, trabalho, namoro-noivado-casamento e possivelmente um divórcio, ter filhos, contas pra pagar, ter que botar comida na mesa, responsabilidades, ter pessoas realmente contando comigo… Crescer, “virar gente grande”, ficar velho. Não vou saber fazer isso. Posso voltar a ser criança?"
—  Era Uma Vez um Vinícius (Kretek)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall