sexta-feira, 15 de junho de 2012


Nos momentos mais doídos da minha jornada até aqui eu nunca encontrei nenhum botão mágico, mas tive fé, tive gesto, e, felizmente, tive quem me amasse sem desistir de mim.
Ana Jácomo

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall