sexta-feira, 22 de junho de 2012


Quando os paramédicos chegassem e os bombeiros retirassem nossos corpos do Leblon, a gente ia para o necrotério ficar brincando de sério deitadinhos no bem-bom. Cada um feito um picolé com a mesma etiqueta no pé, na autópsia daria pra ver como eu só morri por você.
Clarice Falcão

/Kél, lembrei de você amiga, kkkkkk

Um comentário

© adorável psicose
Maira Gall