quinta-feira, 12 de julho de 2012

Porque, quanto a mim, sinto de vez em quando que sou o personagem de alguém. É incômodo ser dois: eu para mim e eu para os outros.
Clarice Lispector

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall