sexta-feira, 13 de julho de 2012


“Sigo sorrindo. Sorrio sempre, não importa. Dizem que faz bem, e eu só confirmo isso.”
— Letícia Fábregas, palavras qualquer.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall