sábado, 4 de agosto de 2012

O tempo nem sempre cura tudo. Tenho feridas que já cicatrizaram, mas que insistem em latejar quando o dia está nublado.
Clarissa Correa.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall