quarta-feira, 12 de setembro de 2012


Ando um pouco cansada da mesmice. Mais do mesmo, mais do mesmo, mais do mesmo. É um círculo vicioso, sem fim. E chato. Todo mundo é igual, pensa igual, se veste igual, usa a mesma cor de esmalte. E se você é diferente ai-que-horror
— Clarissa Corrêa 

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall