segunda-feira, 24 de setembro de 2012


E ela me faz tão bem, quando cai a noite eu sou refém.
E ela me faz tão bem, sem você não sou ninguém.
Hoje eu vou me entregar trilhar com você, pra onde você for.
Pra que lógica quando se vê que é o amor — Strike

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall