sexta-feira, 21 de setembro de 2012


Meu pai tinha sua própria visão das coisas. Para ele, a vida era trabalho duro. Ele vinha de uma geração de valores, heróis e músicas diferentes, e não tinha certeza de que a verdade fosse libertar alguém. Ele era pragmático e sempre tinha uma palavra de conselho críptica: “Lembre-se, Robert, na vida pode acontecer qualquer coisa. Mesmo que não tenha todas as coisas que quer, seja grato pelas coisas que você não tem e não quer ter”.
Bob Dylan - Crônicas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall