quarta-feira, 3 de outubro de 2012


Eu sempre achei que nada é tão terrível assim. Apesar de ser bem exagerada e emotiva, procuro me conscientizar que a vida é feita de momentos bons e ruins. E tudo, tudo mesmo, passa.
— Clarissa Corrêa

Um comentário

© adorável psicose
Maira Gall