terça-feira, 8 de janeiro de 2013


Parem de tentar entender o amor. Enfeitar. Colorir. Criar contos com finais felizes, isso não existe. Amor é amor, ninguém sabe como vai ser o final.
— Dois tons de amor.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall