sábado, 16 de março de 2013


"As perdas não se medem por quantidade, e sim pela qualidade, pela falta de quem se foi. Ainda que todos se fossem, mas um, em especial ficasse, valeria a pena. Não desmerecendo a maioria, não querendo fazer o outro se sentir inferior, é que alguns, e poucos, conquistam-lhe, cativam-lhe de tal maneira que quando partem deixam uma fenda gigante. De tal dimensão , que mesmo uma multidão não abastaria a falta de um."
— Carol Souza  

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall