sábado, 2 de março de 2013

“Tenho pena de quem não tem amigos. De quem não sabe o que é ter um irmão sem ser de sangue. De ter alguém para rir e para chorar. De ter uma pessoa que está lá por você apenas por estar sem querer nada em troca. Morro de dó daqueles que renovam os amigos a cada 6 meses. Tenho horror de quem sente inveja dos amigos. Bom mesmo e ter seu(s) parceiro de guerra, para o que der e vier, companheirismo na alegria e na tristeza. O amor da amizade nunca morre, podemos ter discussões porém tudo se resolve minutos depois. O tipo de amor mais puro e o mais legal de todos. Sinto muito por você que não sabe o que é amizade, nunca será uma pessoa completa.” (Pedro Bial)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall