segunda-feira, 24 de junho de 2013

E me dei conta que não importa da onde você é, em que país vive, qual educação recebeu, o que faz, o que pretende, quanto tem no banco, se é bonito ou feio. O que vale é o que a gente carrega no peito.
(Clarissa Corrêa)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall