segunda-feira, 17 de junho de 2013

"Eu te amo nestes espaços que nós nos damos quando queremos descansar. E antes que o sol se coloque no lugar, eu respiro teu nome e peço teu corpo aqui colado no meu. Os dias, meu bem, os dias arrastam minha esperança pelas ruas e eu só consigo lembrar da distância que nos une. Porque a distância é um sentimento pedindo para voltar. Eu te amo nas horas que a tristeza me abraça mas eu nego me entregar a ela, pois tem seus braços, mesmo que longes, frios, grandes… Você é como uma MPB que eu gosto de ouvir à noitinha, quando o frio vem. Você nem sabe, mas, mas você aparece nos meus sonhos e desaparece no ar, como um passarinho que precisa retornar ao ninho. Eu sempre aceito suas idas e vindas. Ir e vir é amor. Você acaba com meus espaços com alguns suspiros imediatos e a poesia, não existe poesia perto da beleza das suas mãos. É por você, todo meu amor, é por você."
- Igor Pires

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall