segunda-feira, 8 de julho de 2013

Eu via as pessoas de mãos dadas nos corredores e tentava entender como tudo isso funciona. Nos bailes da escola, eu sento no fundo e imagino como muitos casais dançarão a “sua música”. Nos corredores vejo as garotas vestindo as jaquetas dos rapazes e penso no conceito de propriedade. E me pergunto se alguém realmente é feliz. Espero que sejam. Realmente espero que sejam.
CHARLIE, AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall