quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

"Amor é bom quando é sem pressa, com calma, degustando cada pedacinho, como se fosse uma torta de morango. Tem que ser pra sempre, mas, se não for, tudo bem. O importante é que existiu."


por Carlos Drummond de Andrade.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall