terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Fortaleza é coragem para admitir-se fraco; livre é quem tem ousadia para estabelecer limites; só é são quem sabe aproveitar algumas loucuras; ponderar às vezes significa deixar o coração ditar as regras; antes um sofrimento intenso a uma alegria morna, morta; acreditar em infinito não é ingenuidade, é sabedoria; chorar é quando a alma transborda. E sensibilidade não é vulnerabilidade, é privilégio.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall