sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Procura-se paz. Procura-se olhos que veem e entendem. Braços com abraços que são como um lar, um lugar para descansar. Procura-se palavras amigas ditas com calma voz. Companhia para se aproveitar o silêncio, a luz das estrelas ou do sol. Que saiba rir um riso autêntico. Me encontre na praça lá de cima, perto do rio, depois da lojinha, onde dá para ver o céu. Me leve café morno e boas notícias.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall