segunda-feira, 9 de março de 2015

Ei cara, nem perca seu tempo pedindo que ela não vá as festas. Ela vai independentemente de sua vontade. Ela é dona de si, das suas escolhas e vontades. A afronta não é por mal, rapaz… Mas receber ordens (ou algo que se assemelhe a elas) é inaceitável. Eu sei o que você sentiu quando a viu pela primeira vez. Também sei que isso só aumentou com a primeira conversa. Ela te envolveu, te prendeu, te dominou e você nem percebeu que estava caindo na dela. Ou, se percebeu, nem ligou, porque ela é tudo isso. Ela não é muito de amar. Ela é uma mulher linda, porém, com um medo enorme de se envolver. Aliás, de perder o controle. Ela precisa ter tudo sob seu comando e emoções estão em um campo que ela ainda não aprendeu a coordenar. Mas, quando ela ama… Se você conseguir chegar no ponto em que ela ama, cara, você é um homem de sorte. Elogie-a sempre. Diga o quanto está bonita e cheirosa e gostosa. Sim, gostosa, porque não? – ela sabe retribuir bem, seja com palavras ou ações. Ela será sua melhor companhia. E vai te proteger de tudo que puder, com garras e dentes. E prepare-se para o sexo, porque ela é daquelas que gosta mesmo e não tem nenhum tipo de vergonha em admitir. Não vê tabus, mas oportunidades. Entretanto, também preciso te avisar que, não importe o quanto ela o ame, ela sempre virá em primeiro lugar. Não que você seja “só mais um”, mas acontece que ela é de fogo. E com fogo não se brinca.

Ei cara, diz o que ela significa pra ti.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall