segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

“Viver tem que ser perturbador, é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu acaso, sua adoração ou seu desprezo. O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia.”
Martha Medeiros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall