quarta-feira, 30 de maio de 2012

Eu preciso disfarçar que não paro mais de rir, mas aí olho pra você e você também está sempre rindo. Se isso não for o motivo para a gente nascer, já não entendo mais nada desse mundo.
— Tati Bernardi

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall