quarta-feira, 30 de maio de 2012

Sexo frágil? Sangrar todo mês, suportar as mudanças de humor, se equilibrar em um salto alto, ter que cuidar de cabelo, pele e unha…e dar conta de tudo? Frágil seria se eu sentasse no sofá e só assistisse futebol…
— Tati Bernardi.

Um comentário

© adorável psicose
Maira Gall