sexta-feira, 13 de julho de 2012


“Sempre andei sozinho. Me dou bem comigo mesmo.”
— Desconhecido 

Nenhum comentário

Postar um comentário

© adorável psicose
Maira Gall