segunda-feira, 30 de julho de 2012



sexta-feira, 27 de julho de 2012


Eu queria!

Toda a dor que me aparece eu te conto, você me cura sem sequer notar.
Mallu Magalhães


Perdoa pela falta de jeito, eu estava preocupada demais com coisas sem sentido para percebê-lo de verdade, assim mesmo como você é. Mas quero dizer que você é meu príncipe, sem cavalo, sem chapéu, sem poções mágicas, sem escalar sacadas, sem beijos que salvam dos venenos. Com defeitos e medo, mas amado. Amado por ser somente quem você é.
— Clarissa Corrêa. 

quarta-feira, 25 de julho de 2012


Eu odeio o verão, essa obrigação das pessoas serem felizes, irem a praia, ficarem saudáveis. Viva o inverno!!


Dizem que toda regra tem a sua exceção. Pois bem, na regra do amor, a exceção sou eu.


-Querido John


O difícil de minha personalidade é que zombo de mim e me xingo muito mais do que qualquer outra pessoa.


-O Diário de Anne Frank


Cássia Eller, em entrevista à Folha Online (1996 e 2001):
Entrevistador : E você se identifica com a sua geração, com o seu tempo?
Cássia Eller : Não sei. Acho que esse negócio de geração é muito engraçado. Esse rótulo, essa expressão, é só pra gente se identificar, se situar. Nem sempre estamos no lugar certo, com a turma certa ou num tempo que tem a ver com nossas idéias. Não creio que todo mundo seja igual ou que determinada faixa etária pense igualzinho. Ninguém é igual a ninguém. Graças a Deus. Geração é só um momento que a gente vive.

Fui tomar satisfação a meu pai sobre esses assuntos do céu: ‘O povo diz que o céu é la em cima e o inferno é lá embaixo. Mas se a Terra é redonda e tem céu em toda a volta, onde fica o inferno?’. Meu pai, meio agnóstico, meio crente, me deu uma palmadinha carinhosa e se saiu: ‘O inferno é aqui mesmo. Vá brincar!’

(Rachel de Queiroz)


Desde pequena que mantenho uma relação de fantasia com a solidão. Tenho medo do escuro, mas prefiro ficar sozinha a compartilhar momentos que não me inspiram em nada. Ontem, durante os quarenta minutos que estive às escuras, silenciosa dentro daquele apartamento, mais uma vez a minha imaginação perdeu o freio e criou histórias, diálogos e situações onde a realidade alternava com a ficção. Tenho ido tão longe em pensamento, Lopes. Só quando a luz voltou é que consegui voltar também.


-Martha Medeiros.

baba baby hahahhahahahahaha


Eu tinha apenas 16, e já achava que sabia demais. Tudo que eu tinha era um quarto, e o dinheiro dos meus pais, e alguns amigos que, cabiam numa mão.❞


-Fresno.

Eles matam gente aos milhões nas guerras e dão medalhas por isso. Metade das pessoas deste mundo vai morrer de fome enquanto a gente fica por aí sentado vendo TV.


-(Bukowski, Declínio e queda em Numa Fria)

Olha, é tanta hipocrisia que eu chego a pensar que não é por mal, que as pessoas - apenas - não conhecem a si mesmas.

Sempre dizia que os seres humanos deixavam a vida passar como se fossem viver para sempre e que isso era a sua perdição. Ria da vida e da morte, do divino e do humano.

-Carlos Ruiz Zafón, Marina.

terça-feira, 24 de julho de 2012

© adorável psicose
Maira Gall