Pular para o conteĂșdo principal

Tipos de babaca PT. 1

#001 O babaca da baixa auto-estima
VocĂȘs passam a conversar. Ele se encanta e passa a querer muito levar aquele papo animo para a mesa do bar. VocĂȘ tem outras obrigaçÔes, vida cheia, nem sempre pode e, ainda assim, ele fica ali; ainda pensa que, qualquer dia, embrigada, desavisada, entediada, vai rolar uma chance. Ele estava certo: qualquer dia, vocĂȘ se pega topando. Saem. Tudo Ă© legal, ele Ă© uma pessoa normal e pareceu Ă  vontade ao seu lado. VocĂȘ ficou meramente encantada com o sorriso charmoso dele e o beijo foi Ăłtimo. O babaca fica mais tranquilo - afinal, alcançou seu objetivo - enquanto vocĂȘ se pergunta o porquĂȘ do sumiço. NĂŁo Ă© possĂ­vel que, justo agora que vocĂȘ resolveu dar uma chance, ele desistiu. Sim, Ă© bem provĂĄvel. Falamos aqui do tĂ­pico babaca que dĂĄ voltas e voltas em torno do prĂłprio rabo: sĂł Ă© apaixonado por vocĂȘ atĂ© que vocĂȘ nĂŁo seja por ele. A graça, o desafio e a excitação de se sentir rejeitado precisam existir aqui.

#002 O babaca que nĂŁo assume a mina
VocĂȘ o conhece na balada: soltinho, copo na mĂŁo, grupo de amigos cheio de risadas altas. Ele se aproxima com qualquer cantada medĂ­ocre. É bonito, charmoso, mas vocĂȘ nota o traço de babaquice de leve. Resolve levar o papo adiante, afinal, vai que no fundo ele Ă© um cara bacana com mĂĄscara de idiota? Enfim: trocam contatos, se adicionam nas redes e se falam quase todo dia. Estranho, ele tem uma foto com uma menina, a legenda nĂŁo diz algo exatamente amoroso, se tĂĄ no rolĂȘ e chegando em outra, deve ser amiga, nĂ©? Mais conversa. Convites. Quer ver vocĂȘ. Ainda essa semana. Sua amiga pergunta o nome dele e dĂĄ aquela stalkeada mais profunda: "Meu, cĂȘ notou que uma menina comenta todas as fotos dele? E que ele retribui? E eles tem vĂĄrias fotos juntos, inclusive uma na cama, acordando, meio pelados?". É, ele tem alguĂ©m. VocĂȘ pergunta, educadamente. Ele nega, Ă© um casinho antigo apenas, poxa vida. Mais foto romĂąntica. Mais amigos do suposto casal comentando. VocĂȘ cai fora - nĂŁo tem como. Deixa de responder as mensagens dele, enfurecido com um corte desses que estĂĄ desacostumado a levar. Ele segue importunando. Sem assumir ela, implorando por uma reposta sua, ainda publicando imagens e expondo a garota. Nojo Ă© pouco pra tanto desrespeito e falta de noção. 

#003 O babaca anulador de qualidades
VĂȘ bem: ele quer ficar com vocĂȘ. Quer, sim. Chama pra date legal, conversa sobre amenidades, nĂŁo desmarca no dia - atualmente, uma bela qualidade. Mas, ao recĂ©m chegar no lugar combinado, começa a sessĂŁo de descarrego: seu emprego? Abaixo do mercado. Sua faculdade? Hm, tem melhores. VocĂȘ diz que anda vendo apartamentos no centro da cidade. Um lixo, ele acha. Isso sem falar no autocontrole, que vocĂȘ precisa exercitar, menina. E tambĂ©m no seu cabelo, que era melhor mais claro. No quanto vocĂȘ emagreceu e tĂĄ faltando carne. Mas ainda assim, ele quer vocĂȘ, viu? Fala essas coisas pro seu bem, pra que vocĂȘ "aceite" toda a maravilhosidade que o rapaz tem a oferecer. Bleargh.

Postagens mais visitadas deste blog

Era uma vez, mas eu me lembro como se fosse agora. Eu queria ser trapezista, minha paixão era o trapézio. Me atirava do alto na certeza que alguém segurava-me as mãos não me deixando cair. Era lindo , mas eu morria de medo , tinha medo de tudo quase: Cinema, parque de diversão, de circo, ciganos, aquela gente encantada que chegava e seguia. Era disso que eu tinha medo do que não ficava para sempre. AntÎnio Bivar

SĂł encontro vocĂȘ

Eu exagero nas palavras, mas nos meus versos eu sĂł encontro vocĂȘ.